Miami Vai-se



Do que me chega da última edição da Design Miami (Meca do design art e ponto de encontro obrigatório entre designers, galeristas, coleccionadores e os insaciáveis media) retenho duas coisas: Maarten Baas, o previsível “designer of the year” estreia barriguinha (que desleixo!) e Peter Marigold confirma que é um player pas comme les autres.

Enquanto Baas volta às origens, e queima mais uns ícones para Murray Moss (e os espevitados Studio Job voltam a mostrar-nos o luxo rural com a série Farm, que tédio!), o londrino Marigold ocupa-se de coisas sérias. Com a série Palindrome, explora o conceito de simetria numa colecção de móveis duplos, metade gesso, metade madeira. A brincadeira à volta do molde e da cópia (um buraco na madeira transforma-se num puxador no gesso) tem um efeito radiante. E funcional. Para acentuar a ideia, Marigold gravou na metade molde de cada peça uma palavra (um palíndromo, que se lê da mesma maneira da esquerda para a direita e da direita para a esquerda) que aparece espelhado, e legível, na metade cópia. A palavra, como o design de Marigold, faz sentido nos dois sentidos.
E pouco mais fica. Miami vai-se.
(e J. volta! estarás a sobrevoar o Atlântico, agora…)
Anúncios

Respond to Miami Vai-se

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s