Bouroullec na Kreo

Os irmãos Bouroullec estão outra vez na Galerie Kreo, em Paris, o lugar que escolhem para “respirar” entre projectos (de design industrial). Desta vez os exercícios experimentais dos franceses levam-nos por misteriosos caminhos, com a natureza, transformada, como ponto de origem distante e vago. Lianes é uma série de candeeiros interligados. Para criar a ideia de continuum e interrelação – o efeito liana- todos os elementos dos candeeiros (os cabos, os pontos de fixação) foram cobertos com cabedal preto ou cor de pele que serve para unificar a peça, ocultando as pausas ou interrupções. Também em Roches, uma série de prateleiras com várias dimensões e um acabamento aveludado, a ideia é ocultar, para revelar: a fixação na parede torna-se invisível para fazer brilhar estes elementos “minerais” que parecem nascer das paredes. Há mais, mas não muito. Os Bouroullecs iguais a eles próprios, mais papistas que o papa. Enfin…

(imagens, Paul Tahon e Bouroullec)

Anúncios

Respond to Bouroullec na Kreo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s