Alegoria da Caverna (GamFratesi)

Chama-se Rewrite e é linda. A secretária que queria cá em casa. Ou no escritório, mas era melhor cá em casa. Acho que era capaz de desocupar um quarto inteiro só para a deixar respirar à vontade. E, com o candeeiro dos Bouroullec, era uma óptima razão para que a minha secretária-instalação passasse a ser passé.

Parece perfeita, na intenção e na resolução. A ideia, explicam os autores, do estúdio GamFratesi (ela é dinamarquesa, ele italiano. Stine Gam e Enrico Fratesi), era criar uma “workingbubble” para contrariar a aceleração dos dias de hoje. Mas o solipsismo da peça não quer dizer solidão. Num open space qualquer, várias Rewrite semiligadas umas às outras, por fios invisíveis ou não, seriam mais do que pontinhos. Seriam uma constelação magnífica.

A secretária, de madeira, é tradicional. Depois, há uma caixa de metal lacado branco, que serve para esconder a parte feia da tecnologia: os cabos e transformadores. E finalmente a concha têxtil, a carapaça , o esconderijo luminoso e táctil, é a cereja no topo do bolo. Imaginam a acústica? É a caverna contemporânea, só que desta não precisamos de sair.

Não sei quantos escritores poderão trabalhar no meio da confusão. Eu consigo, mas também não sou escritora. De qualquer maneira, esta secretária uterina, meditativa, é difícil de bater. Porque tem tanto de concentração como de contemplação.

(na imagem, secretária Rewrite, de GamFratesi)

Anúncios

Respond to Alegoria da Caverna (GamFratesi)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s