Materia

Passei a segunda-feira no Montado Ribatejano a descobrir a matéria por detrás de Materia, a nova colecção de objectos de cortiça que a Amorim vai apresentar em Milão. O chitex é imenso: o projecto tem curadoria da experimentadesign, que não deixou os seus créditos por mãos alheias e reuniu uma série de reputados designers, daqui e de lá, para criarem objectos desenhados para pôr a cortiça noutro mundo.

(E eles são, por ordem alfabética: Big-Game, Daniel Caramelo, Inga Sempé, Fernando Brízio, Filipe Alarcão, Marco Sousa Santos, Miguel Vieira Baptista, Nendo, Pedrita e Raw Edges)

Esse mundo, suspeitamos, é cool. Não cheira a souvenir manhoso e antiquado. Daqui a algum tempo, até é capaz de ter o aroma fumado do aglomerado de cortiça expandida (que servia de convite, como se pode ver) que Jasper Morrison usou nestes bancos da Moooi (que, imperdoavelmente, não conhecia, e que, fiquei a saber, são produzidos pela Amorim).

Ainda não vimos nada, mas já vimos tudo. O sobreiro que é despido de 9 em 9 anos. Os 25 anos que têm de passar até à primeira extracção. Que ainda não serve para rolhas, e então é preciso esperar mais. A floresta que depende do homem para sobreviver (e viceversa). E a espera é saborosa, se é.

(as fotografias dos sobreiros vêm depois)

Anúncios

One response to Materia

  1. […] pomada, deixar que respire e bebê-la, num qualquer “cunbíbio” que se avizinhe. Com o Montado e o Douro juntos à mesa, vai ser […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s