Jane’s Carousel

1922 foi um ano em grande. Fernando Pessoa publicou “O Banqueiro Anarquista”, James Joyce o seu “Ulysses”. Claro que nem tudo foram glórias para a literatura. O hipocondríaco Proust, por exemplo, bateu a bota. E podiamos continuar.
Mas atravessando o oceano, paramos na velha Philly, onde, em 1922, nascia este encantatório (não são todos?) carroussel, construído pela Philadelphia Tobbogan Company. Agora, os abastados Walentas, que compraram a peça há 25 anos, evitando o seu desmantelamento, oferecem-no à cidade de Nova Iorque. Com vista sobre o East River e a lovely Brooklyn Bridge como pano de fundo.
O carroussel foi restaurado por Jane Walentas (que foi art director da Estée Lauder) e, à grande e à americana, metido numa vitrine de acrílico, desenhada por Jean Nouvel.

Anúncios

Respond to Jane’s Carousel

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s