Na fotografia

Parece que vivemos tantas vidas e podíamos fazer instantâneas de cada uma delas e pendurá-las todas numa parede e depois ficava assim, o retrato da nossa vida caos, fragmentada e no entanto individual, resolvida, emoldurada em cada uma das pequeninas unidades que não têm nada a ver umas com as outras, que são estranhas, e nem se conhecem, mas que até ficam bem.
Na fotografia.

 

Anúncios

Respond to Na fotografia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s