De viva voz (os belgas)

Graças à generosidade da minha amiga Miss C., fiquei a conhecer o belíssimo trabalho dos jovens de Antuérpia Fien Muller e Hannes van Severen. Não me interessa minimamente se são, ou não, mais um casalinho maravilha do dézaine, a transpirar coolness e todas essas coisas profundamente entediantes. Ela é fotógrafa, ele é artista (e vale a pena espreitar o que fazia antes de a conhecer), e cruzaram-se neste furniture project que é tão bom, que quase inaugura uma nova secção no Playtime, intitulada “prá desgraça”. Este loveseat contemporâneo que pusemos aí em baixo diz tudo. Claro que falta ainda ver as peças de viva voz, mas assim, caladinhas, silenciosas, são uma maravilha. Imaginamos o resto. O minimal reinventado, mesmo, ou o ornamento que está quase sem estar, e portanto sem pesar.

(parece que também vale a pena visitar a galeria da Sra. Traan onde estão outras peças, e outros objectos e sujeitos. Mais um motivo para levar a Bélgica a sério, malgré les blagues. Outros, que também nos importam, estão aqui)

 

Anúncios

Respond to De viva voz (os belgas)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s