Sashimi

icon-09IMG_4536

O velho come sashimi

Corta e come, corta e come

Dedos quadrados segurando a faca

O lombo desliza, denso e leve

Na transparência exacta da sua solidez

 

Podia ser uma faca japonesa

Lâmina afiada, aço contra carne

Carne contra peixe

Mas não é

E é o mesmo

Os nacos que se desprendem

Poligonais e translúcidos

São tão doces e carnudos

Quanto as cerejeiras molhadas

O velho dá passos todos os dias

Longas caminhadas para lado nenhum

O coração cortado,

Apertado solta-se

Pela faca do tédio

Da contemplação

Do ennui

Dos dias de calor

Que bom não fazer nenhum

e não ter nada que fazer

comer, dormir, sonhar

sashimi e as estrelas

passos e páginas

E só o bafo de um charuto grosso

como os dedos curtos,

na finura do lombo

como protecção

(a foto é de uma bandeja da imaculada Hay, design de Clara von Zweigbergk, que estava, tentadora, na Fabrica Features de Lisboa)

Anúncios

Respond to Sashimi

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s