Lunch break

icon-09lisboaA minha amiga B.,uma loba disfarçada de conservadora, morde a língua e agradece ao Sr. Costa ter-nos devolvido o Tejo. Eu assinto, e agradeço ao Sr. Costa ter-nos ensinado a pronunciar correctamente “dézaine” em português. E “Lesboa” em alfacinha.

Em silêncio, as duas agradecemos aos nossos deuses particulares o Sol de Lisboa, e o rio que brilha até doer, e sobretudo o facto de estarmos ali, abençoadas criaturas, a saborear um prego de salmão em bolo do caco tintado de choco e uma imperial fresquinha acabada de tirar. E de sermos conscientes disso.

Aos nossos pés, pousados nos socalcos brancos que desaguam no rio, temos rainúnculos e perfumadas frésias, que trouxemos da Ribeira a 3 euros o ramo.

Ricas vidas, exclamo para os meus botões inexistentes.

Depois de uma pausa para almoço prolongada, em que a vida me ocupou em demasia para poder ocupar-me dela, só podia voltar ao playtime com um post assim. Com categoria. Estão 26 graus e a vida passa a correr.

Anúncios

Respond to Lunch break

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s