Cecilie, Bang, Bang

icon-14

M3-B&O_PHOTO CREDIT_CECILIE MANZ STUDIO_02.jpg

Um amigo pergunta-se se terá chegado a altura de mudar de coluna. Tem uma Marshall toda catita, maneirinha, formosinha, mas não suficientemente potente para se fazer ouvir na cozinha cheia, muito cheia, na festa que deram há uns dias para abençoar o novo palácio. Basta squater (pronuncie-se em francês. É de propósito) a casa de desconhecidos em qualquer cidade saudavelmente incivilizada para realizar esse princípio universal: o centro das festas boas é a cozinha. Não falha. Mesmo que a cozinha seja na sala, mesmo que a sala seja gigante, mesmo que a cozinha seja pequena, mesmo que tenha azulejos e uma pedra antiga em cima do fogão, ou uma mesa de fórmica desequilibrada, mesmo que se passem outras coisas igualmente interessantes, proibidas, divertidas, ilegais, inocentes, iluminadas, noutras partes da casa. O centro é a cozinha.

Mas à volta daquela ilha (de fórmica, de pedra do Zimbabue, de Corian) não se ouvia nada, ou quase nada.

Por isso, uns dias depois o meu amigo procura na Net uma Marshall com mais pauer, enquanto a minha amiga dança indiferente a tudo, mesmo com a Marshall pequenina, porque o que ela quer é dançar.  E eu acho a ideia fabulosa mas se fosse eu, escolhia outra.

“Vocês precisam é de uma daquelas colunas B&O”

“Isso não é para a nossa idade”

( Define “nossa idade”)

“Mas que idade é que julgas que tens?”

Somos colheita de novecentos e setenta e cinco, mais coisa menos coisa. Passámos os quarenta, baby. E escrevo por extenso para disfarçar imenso e não ficar com os olhos em bico com a evidência dos algarismos. Sou literária mas adoro números.

Resumindo: o meu amigo acha que B&O é para velhos. Para ele, adquirir um sound system dinamarquês é chegar aquele patamar que não queremos nem ver, o tipo de status que não desejamos (se é que desejamos algum. Neste caso preciso, duvido. Cagando para status).

Então rapto-lhe o smartphone e escrevo ” C E C I L E”.  Espera, C E C I L E .  C E C I L I E. Cecilie Manz. Bang Olufsen. Kiss kiss, Bang Bang.

Olha. São as colunas mais bonitas do planeta. Da Cecilie. Que é uma grande designer, que nos empodera a todos, com a beleza que bota no mundo.

(Cecilie Manz nasceu em Copenhaga, onde vive, em mil novecentos e setenta e dois. Como não conseguia escolher uma só fotografia, ponho várias dos seus  As, Ms e Ps para a Bang & Olufsen. Deleitem-se.)

B&O_P2_MODEL_PIC_Cecilie_Manz_1.jpg2016_CECILIE_MANZ_12_007.LOW_2042.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Respond to Cecilie, Bang, Bang

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s