Eclipse

icon-14vitti

Na noite do eclipse, as palmeiras agitavam-se como belas adormecidas, negras contra a noite roxa. Era preciso dar um mergulho na escuridão.

Então entra no cinema, cheio de cadeiras vazias, e ocupa um lugar mesmo ao centro, talvez para compensar o facto de ser algo dada a extremos.

No umbigo do mundo imaginado, vê a verdade desenrolar-se como uma fita de acrobata.

Ah, saborosa solidão!

Luzes e sombras projectam-se na pele transparente, e todos os sonhos ficam mais claros. O cinema, que é para ser visto, está cheio de fantasmas, espantos e assombrações.

A fita acaba. Acabou-se a fita.

Sai para a rua e o frio espanta-lhe o espírito. É um ponto em movimento. Cabeleira prateada a cruzar a noite como um cometa desvairado, perdendo luz. Não é o fim do mundo, não. É o fim do dia ou um novo dia. Vê um homem encostado à parede, tranquilo, as costas coladas aos cartazes sobrepostos. Tu és tudo o que nunca sonhei, diz-lhe ao ouvido. Depois a Lua tapa o Sol e a mulher desaparece.

(a bella Vitti aí em cima é da Emma Andreetti, que descobri num jornal e reencontrei no Instagram.)

 

 

Respond to Eclipse

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s