Está na cara

icon-12

img-82622.jpg

Ainda bem que não acredito no pai Natal, se não pedia-lhe já este conjunto de pratos de porcelana do Jean Jullien e era uma desgraça. Amorzinhos.

(estão à venda na Case Studyo em edição limitada. Esta é a segunda colaboração de Jullien com estes editores depois desta outra ideia luminosa)

Anúncios

Identidade Natural

icon-06

unspecified-4

Bem-vindos à sociedade pós-química. Na realidade, os elementos naturais que nos rodeiam estiveram sempre aqui, mas agora parece que houve um abrir de pestana colectivo e percebemos que somos mesmo, mesmo, aquilo que comemos. E os remédios que tomamos. Por isso, temos cada vez mais juizinho. Por isso, laboratórios como os portugueses Biocol, fundados em 1978, fazem tanto sentido.

Continue Reading

Açores, agradecida

icon-07

IMG_7161.jpg

Os Açores são a coisa mais linda.

Tão linda, mas tão linda, que me pergunto como fui capaz de viver até agora, em relativo sossego, passando-lhes ao largo.

(Ou quase, já tinha estado na Terceira.)

Os Açores são assim: azul, verde, azul, verde, azul.

Continue Reading

Rock in Ria

icon-09

IMG_7011.jpg

Se este post fosse o Google, diria, olhando desconfiado para o título “Será que quis dizer: ‘Rock in Rio'”.

Não, quis mesmo dizer Rock in Ria.

É assim. Aveiro Rocks. E há vida para lá de Chelas.

Em Aveiro há um Vihls de cortar a respiração. Olhos nos olhos, avisa-nos, mal apeamos da estação, que estamos fora do lugar-comum. Não fosse isto uma parede escavacada  e pregava-lhe um beijo.

Continue Reading

Ella é que sabe

icon-12

beet web

Quando achava que na minha vida só havia espaço para uma Ella – a Fitzgerald, e mais nenhuma –  a minha amiga G., sempre muito moderna, antecipa-se ao Natal oferecendo-me um livro de receitas saudáveis para não fundamentalistas.

Continue Reading

Banquetes

icon-12Bar-Luce-page

Portugal, sem cheta, não vai à Expo de Milão. Tudo bem. Não vejo em que é que isso contribuiria grandemente para a felicidade pátria. Já uma ida a Milão, por estes dias e sempre, parece-me que poderia contribuir em alguma coisa para a nossa felicidade individual.

Continue Reading

25 anos do Juicy Salif (coisa mais linda)

icon-120001_PSJS W_300dpi_1250pxlSlavoj Zizek chama MacGuffins aqueles objectos que atravessam os filmes de Hitchcock, e nos intrigam imenso, porque não fazemos a mais remota ideia para que servem ou o que estão lá a fazer. Reparem: só nós (e talvez Hitchcock, esse grande gozão manipulador) é que não sabemos o que é que os MacGuffins estão lá a fazer. As personagens sabem, só que não nos dizem. Assim, enfeitiçados pelos MacGuffins, ficamos completamente de fora, e no entanto, por isso mesmo, totalmente dentro do filme.

Continue Reading

Lunch break

icon-09lisboaA minha amiga B.,uma loba disfarçada de conservadora, morde a língua e agradece ao Sr. Costa ter-nos devolvido o Tejo. Eu assinto, e agradeço ao Sr. Costa ter-nos ensinado a pronunciar correctamente “dézaine” em português. E “Lesboa” em alfacinha.

Continue Reading

Vila

icon-12unnamed-1Ainda é cedo para se pensar em Natal (apesar de esperarmos, a qualquer momento, que rebentem os pinheiros dourados das Amoreiras, ou não estivéssemos quase, quase a meados de Setembro) mas nunca é demasiado cedo para celebrar o “regresso a casa” à volta de uma colher de gelado

Continue Reading

No more posts.