design x life

icon-06

design_life_delvigne.png

 

Será que o design pode salvar o mundo? Provavelmente não, mas pode dar uma ajuda.

Foi a pensar naquilo que cada um pode dar a partir do seu bocadinho de mundo que Sam Baron, designer incroyable, e Karine Scherrer, fundadora da galeriaArt Design Lab lançaram a iniciativa solidária Design X Life.

Continue Reading

breathless, branded and bewildered

icon-09

 

20200207_203422.jpg

Um dia conheci um digital manager que mandava tanto que lhe chamávamos digital master, e ele percebia mesmo daquilo, posts, e influéncers e #hashtags, e melhores horas para postar, e microblogging e cross posting, e colabs, e todos os meandros da #vidavirtual.

Continue Reading

Noctambule

icon-06

NL_Noctambule_03-1.jpg

 

Nunca soube bem como se pronuncia “Grcic”, na minha boca cada dia é uma pronúncia diferente, mesmo depois de ter entrevistado o grande Konstantin, há vários anos, há várias vidas, fiquei na mesma. Em vez de lhe perguntar o que achava sobre o excesso de objectos desenhados num mundo cheio de mais (e ainda não se falava de crise climática) devia ter-lhe disparado, “Konstantin, como se pronuncia o teu nome?”.

Continue Reading

A Rolha da Garrafa do Rei da Rússia

icon-06

 

1.jpg

Uma Madalena foi à ópera e um casal muito simpático perguntou: “Então já não escreve sobre design?”.

“Tem dias”, respondeu.

Hoje é um desses dias. Porque antes que o ano acabe é importante lembrar as coisas boas que o marcaram, e o trabalho do colectivo de designers francês Collections Typologie é um óptimo exemplo.

Continue Reading

Tati na Taschen

icon-13

xl-tati-image_02_01183.jpg

Ontem teria feito 112 anos, querido Tatischeff. Tinha o Sol em Libra tout comme moi, e é possível que isso explique alguma coisa.

Este blogue chama-se Playtime for a reason. Ver Tati num cinema ao ar livre, debaixo do quarto crescente numa praça Alentejana, rodeada de velhinhos à risota e de crianças indisciplinadas foi um dos meus Jour de Fête do ano.

Continue Reading

Nature Vive

icon-09

701c01_6a040c55f85b43c298979545e7bbc94f~mv2.jpg

Olhei para estas peças de cerâmica da italiana Paola Paronetto e pensei nos quadros do Giorgio Morandi, que descobri em Paris,  não sei bem quando mas antes dos 20 certamente, pela mão do meu padrasto seguramente, quando a vida me parecia vibrante e tremenda e de uma beleza incerta e doce, exactamente como os quadros de Morandi.

Continue Reading

Activismo (Bela Moka)

icon-12

IMG_20190514_143521_975_resized_20190514_033704886.jpg

Não sei se continua acesa a discussão (?) à volta da cannabis, passa-me ao lado muita coisa – mesmo coisas por ventura bastante interessantes e importantes – e este blogue em princípio trata de temas levezinhos, nada de drogas, nem pesadas nem leves, nada de eleições, nem de cartazes obscenos a falar de “dinheiro” e “contas certas”.

Continue Reading

vende que te quiero verde

icon-07

IMG_20190409_110918_resized_20190503_125833936.jpg

O verde vende, é óbvio. Vende que se farta – verde que te quiero verde, vende que te quiero verde, vende que te quiero vende – e basta olhar à nossa volta para perceber de que maneira o faz e como somos todos alegremente levados nessa ilusão cheia de folhinhas e rebentos e cenas renováveis.

Consumimos, consumimos, consumimos, mas porque é verde, redimimo-nos, redimimo-nos, redimimo-nos.

Continue Reading

Pretziada

icon-06

IMG_20190408_124332_resized_20190429_073645624.jpg

Pretizada means precious in Sardo” explica-me o gentile Ivano, que nasceu na Sardenha ou em Milão, não me lembro bem, mas passou pela Sardenha, isso sem dúvida, viveu em Nova Iorque com Kyre, a sua mulher e companheira de aventuras, e voltou à terra, onde agora vivem na parte mais remota da ilha.

Continue Reading

Delay (Milan Design Week 19)

icon-06

IMG_20190407_202232_resized_20190429_073949448.jpg

De Montemáximo a Milão são 20 horas de distância. 2107 quilómetros redondinhos.

(Bonito número)

Outra coisa é a distância real. Senti-la no corpo. O que acontece quando se acorda  no Alentejo e se adormece muito literalmente num letto da principessa na capital do stile (a minha queridíssima anfitriã, chamada Benedetta, tem três anos e um edredon do Frozen, com a Elsa ou a irmã, indiferente, e imensos flocos de neve).

Digam o que disserem, Milão é o máximo.

Continue Reading

No more posts.