Aspas

icon-13XYJInQuA

Há pessoas que gostam muito de colocar as coisas entre aspas. Assim: “entre aspas”.

Que bonito.

A mim enervam-me. São uma suspensão escusada. Denotam uma falta de convicção, naquilo que se diz e se escreve, que faz dó.

Continue Reading

Arábias

icon-15

sopa touaregue.jpg

Revi um filme de Jean Rouch que mete girafas e carros, e voltei a Nova Iorque, para onde esta clausura me tem levado algumas vezes sem eu pedir. É espantosa a capacidade que temos de desaparecer, escorregando para outros lugares e outros tempos, de olhos bem abertos, sem sair do sofá. Noutra altura diria: quero viver aqui e agora. Acontece que o confinamento tem uma elasticidade surpreendente e neste aqui, agora mesmo, cabem uma data de coisas felizes memoráveis irrepetíveis esplendorosas e banalíssimas até.

Continue Reading

Veludo

icon-11Sade_3_2.jpg

Às vezes era preciso abrandar, e então ouvia Sade Adu como num círculo e ficava ali presa naquela doçura. Em repeat, em repeat. Lentamente, contra a correria. Smooth Operator. Sweetest Taboo. Tudo com muito ritmo e muito veludo e muito sentimento. “Sentiment”. Saxofone também.

Continue Reading

Saudades (o mundo inteiro)

icon-06

infinity

Do caos das cidades, das paredes dos museus, dos jardins da Gulbenkian, dos jacarandás de Évora, das pontes, dos arcos, das arcadas, dos areais, dos concertos em particular e de todas as aglomerações de gente em geral, das salas de cinema, das pistas de dança,

Continue Reading

Domingo

icon-132019_AU BORD DE L'EAU.jpg

Sobre as tábuas de madeira há pelo menos 17 sobremesas. Por cima da mesa, no jardim, uma vela de navio coa a luz. As luzes, as vozes, ouvem-se três quarteirões mais abaixo, na esquina da rua das lojas.

É preciso ser-se um bocadinho louco.

Continue Reading

Barriga

icon_10

 

5599BF86-280D-4E60-A9D4-F07E53052D5B.JPG

Narizinho nasceu num dia lindo, logo pela fresca para aproveitar todas as horas que tinha pela frente nesse primeiro dia, não as 24 porque foi pelas oito que pela primeira vez viu o mundo, oito e vinte e um para ser mais precisa,

Continue Reading

Eclipse

icon-14vitti

Na noite do eclipse, as palmeiras agitavam-se como belas adormecidas, negras contra a noite roxa. Era preciso dar um mergulho na escuridão.

Então entra no cinema, cheio de cadeiras vazias, e ocupa um lugar mesmo ao centro, talvez para compensar o facto de ser algo dada a extremos.

Continue Reading

Sorte

icon-06

paisagemtoscan.jpg

Na casa havia um baloiço, preso por duas cordas debaixo de um arco ogival. A casa tinha paredes descascadas, janelas altivas, trepadeiras galgando as paredes, verdes, viçosas, por baixo a tinta rosa como champagne.

Continue Reading

No more posts.