Palpite

Senhor Jaime tem uma vida tranquila.

Ele acorda sempre à mesma hora, faz sempre o mesmo café. No seu passo indeciso, desajeitado, repete a promenade matinal nos 10 metros quadrados de cozinha: do armário onde guarda a lata, ao escorredor onde repousa, de boca para baixo, a desmembrada cafeteira italiana, como um tubarão de prata.

Continue Reading

#ilovemyjob

icon-09

reading-2.jpg

Há dias em que apetece mesmo dizer “I love my job”. Sei que é aquela hashtagzinha que encanita, quando realizamos que as pessoas, para além terem vidas maravilhosas, têm trabalhos impossíveis de bons. Não só não vivem para trabalhar, como trabalham nos sítios mais improváveis e extraordinários. Divertem-se à séria. Viajam pelo mundo. São aqueles sortudos que não precisam de “férias depois das férias”, porque estão em ócio permanente.

Continue Reading

No more posts.